Novidades

Victor & Leo anunciam separação

Uma das duplas mais fortes surgidas no meio sertanejo nos últimos 15 anos, os irmãos Victor & Leo anunciaram a separação na tarde desta segunda-feira (6). Após 26 anos de carreira, os mineiros darão continuidade a projetos pessoais, conforme informou a assessoria de imprensa da dupla. Entre os projetos está a carreira de escritor de Leo Chaves, 41 anos, que percorre o Brasil fazendo divulgação de seu livro, No Colo dos Anjos. Sobre o destino de Victor, 43, porém, a assessoria não deu pistas.

Em abril deste ano, Leo teve uma extensa agenda no Rio Grande do Sul, por conta do lançamento do livro e de palestras que vem ministrando. O mais recente show da dupla em Porto Alegre foi no dia 20 de julho, no Auditório Araújo Vianna. Na ocasião, Leo, curiosamente, disse em entrevista ao Diário Gaúcho, que a dupla “se sentia como um pinto no lixo”, quando estava em Porto Alegre, questionado sobre a frequência de shows na capital gaúcha — ao menos um por ano, nos últimos 10 anos.

Juntos até setembro

A dupla cumprirá a agenda de shows até o fim de setembro. Nesta semana, os dois ainda têm o lançamento do último trabalho juntos, o DVD O Cantor no Sertão, que resgata a música de raiz dos irmãos. Nos bastidores, desde 2017, quando Victor foi denunciado por agressões físicas à mulher, Poliana Bagatini, havia especulações de que o trabalho da dupla estaria ameaçado. À época, Victor e Leo deixaram de fazer parte do time de jurados do The Voice Brasil, mas a assessoria de imprensa afirmou que eles não tinham planos de desfazer a dupla. Em entrevista ao Uol na sexta-feira (3), Leo afirmou que a dupla precisava de férias:

“Precisamos de um ano sabático. Essa história da pausa, das férias prolongadas, é apenas um capítulo da dupla, Victor & Leo que está longe de terminar. É um livro que ainda está sendo escrito. Nós temos uma história muito intensa, que pouca gente conhece. A gente precisa de um oxigênio para criar mais.”

A dupla gravou seu primeiro álbum em 2002, estourou com o sucesso Borboletas, lançado em 2008, e já vendeu mais de 3 milhões de discos.

Fonte: Gaúcha ZH

Compartilhe com seus amigos