Novidades

Foto: Divulgação

Péricles lança EP ‘Retrô’, com hits antigos gravados em lives, enquanto prepara álbum de inéditas

Samba de autoria Guaraci Sant’anna, o Guará, Sorriso aberto foi lançado em 1988 por Jovelina Pérola Negra (1944 – 1998), como faixa-título do terceiro álbum solo da cantora e compositora carioca, e desde então permaneceu como sucesso infalível nas rodas de samba armadas Brasil afora.

Já regravado por cantoras como Alcione e Leci Brandão, Sorriso aberto ganha a voz de Péricles. O samba integra o repertório do EP Pericão retrô, composto por sete sucessos antigos revividos pelo cantor no roteiro de lives que vem fazendo nesse período de isolamento social.

No disco, produzido com números gravados ao vivo nessas lives do artista e previsto para ser lançado em julho, Péricles canta outro samba de Guará – Viola em bandoleira, parceria de Guará com Renato da Viola lançada pelo próprio Guará em 1984 e popularizada pelo grupo Só Preto sem Preconceito em gravação de 1986 – e também revisita o próprio repertório, dando nova voz a Dom de sonhar, samba feito pelo artista com o parceiro Cello e lançado originalmente pelo grupo de pagode Exaltasamba em 1996.

Outra música do EP Pericão retrô é Separação (José Augusto e Paulo Sérgio Valle, 1988), balada regravada pelo Exaltasamba como pagode em dezembro de 2008 – vinte anos após o registro original da cantora Simone – no show que deu origem ao CD e DVD Ao vivo na Ilha da Magia (2009).

Enquanto revê o passado, Péricles vislumbra o futuro com a vivacidade de quem completou 51 anos na segunda-feira, 22 de junho. Simultaneamente com a gravação e promoção do EP Pericão retrô, o cantor já seleciona repertório para um próximo álbum de músicas inéditas que planeja lançar ainda neste ano de 2020.

Texto: Mauro Ferreira/ G1 Pop e Arte

Compartilhe com seus amigos