Novidades

Foto: Reprodução

Prazo de inscrições para o Sisu encerram nesta sexta-feira (9)

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) de 2021 abriu na madrugada de terça-feira (6) as inscrições para vagas em universidades e instituições de ensino públicas de todo o país. O prazo se encerra nesta sexta-feira (9) e o resultado será divulgado em 13 de abril. Veja o site do Sisu.

Nos primeiros minutos após a abertura do sistema, candidatos relataram nas redes sociais problemas para acessar o site, que demorava para carregar.

Por volta das 6h30, entretanto, outros candidatos diziam ter conseguido realizar a inscrição.

O G1 entrou em contato com o Ministério da Educação para saber quais falhas o sistema enfrenta e aguarda resposta. Na semana passada, os candidatos do Enem tiveram problemas para acessar as notas do exame.

No Sisu, é recomendável fazer o acesso periódico do sistema durante os quatro dias de inscrição. Isso ocorre porque a classificação do candidato vai depender da procura por uma determinada vaga. A lista de aprovados pode se modificar até o encerramento, às 23h59 de amanhã (9).

Segundo o Ministério da Educação, ao todo serão ofertadas 209.190 mil vagas, distribuídas em 5.685 mil cursos de graduação.

O Sisu seleciona candidatos a vagas em universidades públicas por meio da nota na mais recente edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Não há cobrança de taxa.

Para concorrer às vagas do Sisu, o candidato:

– Não pode ter zerado na redação do Enem;
– Não pode ter prestado o exame na condição de treineiro;
– Pode escolher até duas opções de curso.

Algumas dicas para as inscrições pelo sistema:

– Acompanhe o processo durante os 4 dias em que o sistema estará aberto. O acesso ou não à vaga muda de acordo com as pessoas que estão se inscrevendo;
– É recomendável ver ao menos uma vez ao dia como está a disputa no curso desejado. O sistema tem uma atualização diária em que o candidato checa se a disputa pela vaga ainda é viável ou se é melhor mudar de curso. Ou seja, as opções podem ser mudadas no decorrer dos 4 dias;
– O candidato deve observar nas atualizações diárias quantas vagas estão disponíveis no curso, qual a posição em que se encontra e se sua nota é suficiente para garantir uma vaga;
– Não deixe para fazer sua inscrição apenas na sexta. De qualquer forma, é a opção marcada neste último dia que valerá ao final para o processo;
– Fique atento aos pesos atribuídos à nota do Enem pela instituição de ensino pesquisada – cada uma pode adotar critérios próprios na disputa pela vaga. O sistema faz o cálculo automaticamente;
– O candidato pode observar se tem direito ao sistema de cotas e informar na inscrição.

Datas do cronograma:

– O resultado sai na terça-feira da próxima semana, dia 13 de abril;
– As matrículas nas instituições de ensino serão realizadas no período entre 14 e 19 de abril. A documentação necessária é informada pela instituição de ensino;
– Estudantes que não forem chamados para uma vaga nesta etapa poderão entrar em uma lista de espera que estará aberta entre 13 e 19 de abril.

O MEC disponibiliza o telefone 0800-616161 para dúvidas dos candidatos.

Por causa da pandemia, o Enem 2020 foi adiado de novembro para janeiro, e as notas foram divulgadas no final de março último. Isso fez com que o governo também adiasse o período de inscrições do Sisu para que a nota do Enem da edição mais recente pudesse ser usada.

O Sisu foi aberto em março para consulta. O candidato podia saber o número de vagas por curso e as regras de cada universidade —como as notas mínimas exigidas ou o regulamento para cotas sociais.

Outros programas de acesso ao ensino superior, como o de bolsas em universidades privadas (Prouni) e o de financiamento de mensalidades (Fies), abriram inscrições em janeiro e a seleção ocorre por meio da nota de edições anteriores do Enem. As inscrições para o Prouni e para o Fies já foram encerradas.

Texto: G1

Compartilhe com seus amigos