Novidades

Foto: Reprodução

Prefeitura de MT anuncia show de Patati e Patatá que não estava previsto, palhaços sobem no palco e são vaiados

O que era para ser uma pequena apresentação dos palhaços Patati e Patatá numa escola de Guarantã do Norte, a 721 km de Cuiabá, se transformou em uma polêmica envolvendo os artistas e a gestão pública.

É a que a prefeitura anunciou um show da dupla como parte das celebrações do aniversário de 41 anos da cidade, apesar de o contrato prever uma apresentação de um material dos palhaços numa escola, com direito a fotos em ambiente escolar. Pegos de surpresa para o show, segundo a empresa responsável pelos palhaços, Patati e Patatá subiram no palco, no sábado (4), cantaram quatro músicas e foram vaiados.

Nesta terça-feira (7), a prefeitura afirmou, em nota, que houve um erro de interpretação, isentou os palhaços de responsabilidades pela apresentação e disse que o show com os artistas não estava mesmo previsto.

“Reiteramos nosso pedido de desculpas ao Patati Patatá por toda a confusão e aproveitamos para reforçar nosso respeito e admiração pela marca”, diz trecho da nota.

Prefeitura admite que houve erro de interpretação — Foto: Reprodução

Ao chegarem na cidade, os artistas foram levados para o local do show, onde o público infantil aguardava a apresentação anunciada pela prefeitura.

Sem o aparato cenográfico das apresentações, os palhaços subiram no palco e cantaram quatro músicas. Um homem não identificado pegou o microfone do palco e pediu para o público vaiar a dupla.

Divulgação da atração dos palhaços em MT — Foto: Reprodução/Redes sociais

Plateia foi instigada a vaiar os palhaços durante ‘show’ em Guarantã do Norte — Foto: Reprodução

O que dizem os palhaços

A empresa Rinaldi Produções, dona da marca dos palhaços, disse que o material didático foi entregue ao município ainda no mês de maio.

Em nota, a empresa afirmou, também, que os palhaços foram pegos de surpresa ao chegarem na cidade, uma vez que o combinado era para a dupla tirar fotos em um ambiente escolar, com um grupo de professores e alunos, e não para serem levados até uma praça pública diante de uma multidão.

“Ao chegarem na cidade para realizarem a participação no projeto pedagógico, a dupla foi surpreendida por toda esta situação, inclusive sequer tinham os componentes necessários para um show deste porte, que inclui cenários lúdicos, adereços cenográficos, equipamentos técnicos de som e iluminação, ballet e outros personagens que compõem o espetáculo.”

 

Repercussão

 

Para Silvio Dutra (PP), vereador do município, a prefeitura teve uma atitude populista.

“Para mim, o prefeito agiu politicamente para vaiar a marca Patati e Patatá, uma irresponsabilidade sem precedentes. É complicado. Foi uma atitude política e populista por parte da gestão e não poderia ter acontecido”, afirmou.

Fonte: G1

Compartilhe com seus amigos